Professor que desenvolveu forma grave da COVID-19 e se recusou a tomar vacina faz alerta: ‘Fui arrogante’

Matérias Oficiais(+10% Clicks) Yasmim 20/07/2021 Relatar Quero comentar

Um professor de 54 anos de idade está muito arrependido de não ter aceitado a vacina contra a COVID-19 quando foi oferecida para ele. 

Faisal Bashir, morador do Reino Unido, contou que agiu de maneira arrogante apenas por praticar exercícios e se manter saudável, acreditando que isto o protegeria de desenvolver uma forma mais grave da doença.

“Eu ia para a academia, pedalava, caminhava e corria. Como eu era forte e saudável, não achei que precisasse da vacina. Além disso, se por acaso não fosse segura, eu não teria corrido nenhum risco”, explicou o seu raciocínio.

Faisal, após ter se negado a receber a vacina, pegou a COVID-19 e a desenvolveu de maneira grave. 

Ele precisou ficar internado pelo o período de uma semana, recebendo oxigênio com frequência. 

E agora, ele quer compartilhar sua vergonha para que isso sirva de lição para outras pessoas que continuam a se recusar a receber a vacina.

Ele contou que sua experiência no hospital foi humilhante e que outras pessoas continuam a encher unidades de saúde por estarem se recusando a receber a vacina, e isto seria algo errado. 

Faisal complementou dizendo que está se sentindo péssimo.

Os hospitais que tem observado uma alta na internação, no Reino Unido, notaram que mais da metade de seus pacientes são pessoas que se recusaram a tomar a vacina. 

A grande preocupação é a variante Delta que passou a circular pelo o mundo.

Comentário do usuário
Você pode gostar