É bom saber: novo coronavírus pode ficar ativo até 28 dias em cédulas e no celular

Matérias Oficiais(+10% Clicks) Yasmim 15/07/2021 Relatar Quero comentar

Olá a todos, sou a editora, Lisa, vamos nos encontrar de novo!

Se você se forçou a adotar o hábito de higienizar o smartphone depois de chegar da rua, parabéns. 

Pelo que eu entendo, um novo estudo mostrou que o vírus da covid-19 pode sobreviver até 28 dias nessa superfície, o que pode representar um sério risco.

Além disso, a pesquisa também apontou que o mesmo acontece em cédulas ou superfícies de aço inoxidável. Ou seja, todo cuidado é realmente necessário.

O estudo foi coordenado na Austrália e revelou que a sobrevivência do vírus em algumas superfícies é maior do que se imaginava até então. 

Os dados são muito relevantes e adicionam uma nova informação sobre o comportamento do vírus.

O número é muito superior do que aquele descoberto em estudos anteriores. 

Até então, se pensava que o novo coronavírus sobrevivia por no máximo dois dias sobre superfícies de vidro ou em cédulas, o dinheiro.

A informação reforça as recomendações de higiene. 

Ou seja, ao chegar da rua é importante higienizar todos os objetos que foram usados no exterior e, consequentemente, podem ter tido contato com o vírus, antes de depositá-los em casa. 

Da mesma forma, higienize as mãos sempre que manusear dinheiro.

Ao mesmo tempo, estudos também já mostraram que os raios ultravioletas podem ser suficientes para matar o vírus, o que sugere que a sombra pode ser um ambiente mais propício para a propagação do vírus, portanto algo a ser evitado sempre que possível.

Comentário do usuário