Mãe deixa bebê de 2 meses como ‘garantia’ em boca de fumo e o pior acontece

Matérias Oficiais(+10% Clicks) Yasmim 30/06/2021 Relatar Quero comentar

Um caso surpreendente ocorreu em Pontes e Lacerda, a 487 km de Cuiabá, na última terça-feira. 

Um bebê de dois meses foi abandona pela mãe, como garantia que iria pagar uma dívida com traficantes.

A mãe da criança, de 28 anos, é usuária de drogas e estava defendo os fornecedores. 

Como garantia, ela abandonou o seu filho no ponto de drogas. 

Até a tarde desta quarta-feira (9), a mãe do bebê não foi localizada.

O conselho Tutelar foi acionado por um anônimo, e com o apoio da PM, foi até o ponto de drogas para resgatar a criança. 

O ponto de venda de drogas ocorreu dentro de uma residência no bairro Residencial Vera. 

Chegando ao local, os policiais militares encontraram o bebê com duas mulheres, que não assumiram a garantia.

De acordo com a delegada Bruna Caroline Laet, a equipe iniciou uma investigação e busca pela mãe da criança. 

Nas investigações serão averiguados os procedimentos necessários para a mãe e para as pessoas que receberam a criança como uma forma de pagamento para o tráfico de drogas.

Na última segunda-feira (7), um dia antes do ocorrido, a mãe teria temporariamente perdido a guarda da criança. 

O juiz Cláudio Deodato Rodrigues Pereira, da 2ª Vara de Pontes e Lacerda, foi quem esteve no caso.

A guarda foi retirada depois que o Ministério Público de Mato Grosso (MPE), fez o pedido. 

O ministério já estava ciente sobre as atitudes da mãe, e resolveu agir.

Além do bebê, a usuária é mãe de outros cinco filhos, que inclusive já foram retirados das suas responsabilidades. 

O primeiro filho da usuária morreu quando tinha apenas dois anos, já a terceira está com uma família provisória.

Já o bebê está sobre os cuidados do avô materno, que tem problemas cardíacos e não pode cuidar do neto. A justiça segue avaliando a situação do avô.

Comentário do usuário
Você pode gostar